Rede ABRA & Rios de Encontro convidam para celebrar

Esta Rede de Projetos é composta de projetos de contextos, histórias e focos bem diversos, porém unidos por práticas ‘exemplares’, de um paradigma de cooperação sustentável. Já temos projetos da região de Marabá/Sudeste do Pará e da Amazônia Brasileira que pediu o 1º Fórum Bem Viver em 2017, e da Pan-Amazônia, das outras regiões do Brasil e da Europa, África, Pacifica e América do Norte, que hoje participem à distancia e presencialmente, para reinventar o futuro.

Nossos Colaboradores

Polo Florianópolis (SC)

Escola de Educação Básica Padre Anchieta, Florianópolis (SC)

Água, saúde e qualidade de vida: um olhar, um agir para mudar e interferir.

O Projeto é interdisciplinar e usa a tecnologia do celular para realizar entrevistas com os próprios alunos e com pessoas da cidade sobre a importância da água nas práticas esportivas, na vida de cada um, bem como o seu consumo consciente para o bem-viver.

Contato: Valeria Florentino (valoflorentino@gmail.com)

Polo São Luis, Maranhão: Grupo Xama Teatro

Local de realização: Centro Educacional São José de Ribamar

Título: Trajetos do olhar à voz

Instigar, desacomodar, provocar estranhamentos reveladores, buscando, através de diálogos e provocações criativas, revelar os espaços de afetos imersos no cotidiano escolar dos jovens do Centro Educacional São José de Ribamar. Compreendendo a escola como um organismo vivo, inserido na comunidade, com suas belezas, seus desafios, suas violências e desencantos. 

 

Contato: Renata Figueiredo (reaeon@yahoo.com.br)

 

Polo Brasília (DF) Grupo Oca do Sol 

Titulo: Tecendo a teia de conexões – Criando mobilização pelas águas da Serrinha

Criação de um ambiente de diversidade subjetiva, por meio do olhar sensível para a natureza da Serrinha do Paranoá meio à expansão imobiliária e destruição das nascentes, utilizando aparelhos celulares dos estudantes para mapeamento das nascentes locais, formando redes de conexão entre a escola e a comunidade, transformando olhares e perspectivas em ação ecológica.

 

Contato: Maicon Braúna (infocadosol@gmail.com

Polo Joinville (SC) Grupo Centro Dom Helder

Local de realização: Centro Dom Helder

Título: Mil Razoes para Viver

O Programa Mil Razões Para Viver é uma ação realizada pelo Centro Dom Helder de Acolhida e Capacitação da Juventude e pelo Centro dos Direitos Humanos Maria da Graça Braz e visa uma articulação e organização comunitária com o propósito de promover, articular e valorizar ações de promoção e proteção da vida.

 

Contato: Daniel Tomazoni (danieltomazoni@gmail.com)

Polo Salvador (BA) Grupo Arco3capoeira

Local de realização: Comunidade Vale de Matatu

Titulo: Afrolimp: coleta seletiva de lixo

O Afrolimp é um aplicativo de celular em formato de jogo que tem por objetivo a coleta seletiva de lixo. Nesse game cada usuário receberá uma tarefa conforme o seu nível/ hierarquia, que envolve ações voltadas à coleta seletiva de lixo e a preservação do meio ambiente em geral.

Contato: Luis Carlos de Santos (kiabocapoeira@hotmail.com)

Polo São Paulo (SP) Grupo de Jovens de MTST

Local de realização: Jardim Ângela – Zona Sul – São Paulo (SP)

Titulo: Nós, Coletivo Magdalenas

Realização de experiências visuais em audiovisual que aborde aspectos das memórias e desejos dos jovens de MSTS. A partir de uma cartografia afetiva realizada com aspectos do território, onde os jovens serão estimulados a valorizar, e a transformar em imagens, os elementos do território que compõem seu universo cotidiano

 

Contato: Natalie Lima Hornos (natihornos@gmail.com)

Polo Marabá (PA) Rios de Encontro, Coletivo AfroRaiz de arteducadoras

Local de realização: Comunidade Cabelo Seco, Marabá (PA)

Titulo: Lendo Amazônia através da pipa dançante

Leitura comunitária da vulnerabilidade, resiliencia e sustentabilidade da Amazônia na margem dos Rios Tocantins, seu céu e sua superficies, através da fabricação das pipas e brincadeira envolvendo 140 crianças e adolescentes. O festival celebra a alfabetização ambiental da comunidade ribeirinha. Finaliza com um novo vídeo!  

 

Contato: Manoela Souza (manosouza@gmail.com)

Polo Organização Thydewa - Ilhéus (BA)

Titulo: Arte Eletrônica Indígena

AEI é uma iniciativa inovadora que envolve diversas expressões artísticas na Cultura Digital. É uma convocatória da ONG Thydêwá para experimentar, através da produção colaborativa e cocriada entre indígenas de diversas etnias e diversos artistas de reconhecida experiência no uso inventivo das tecnologias digitais, novas formas de expressão, traçando o bem viver contemporânea. 

http://www.thydewa.org

Polo Casa Cauê, Moeda Velha - Moeda (MG)

Título: Águas de Bem Viver

Ação que media através de eco-pedagogias da arteducação a importância da preservação do meio ambiente para a vida, com foco principal na proteção das águas em uma região altamente explorada pela mineração. A principal força motriz do Cauê é a circulação de saberes e sabenças entre participantes, que doando e recebendo experiências podem transformar e empoderar realidades para o bem viver.

Polo Escola Municipal José Calil Ahouagi - Juiz de Fora (MG)

Oficinas na escola municipal, com alunos e alunas do 6o ao 9o anos permitem experimentar-se o OLHAR para o espaço escolar  a partir do conceito de BEM VIVER. A sustentabilidade, as memórias, a natureza, os rios e as culturas são pré-texto para observar, registar e inventar narrativas em instalações (com fotos e áudios).

A Semana do Bem Viver, aberta para todos os alunos, professores e funcionários, oferece experiências de arte e educação com desejos de transformação social e pessoal.

Instituto SuperAção

Nossa entidade atua no município de Itanhandu – MG desde o ano de 2010 e para consecução de nossos objetivos estatutários realizamos ações e projetos ambientais, culturais e sociais integradores e fomentadores de uma interação com o meio ambiente de forma equilibrada.

http://www.institutosuperacao.org.br

Pombas Urbanas – Grupo de Teatro - São Paulo/Brasil

Fundado em 1989. Tem como missão promover a difusão de Conhecimentos, a interação social e o desenvolvimento artístico e cultural de grupos e comunidades populares, potencializando a capacidade transformadora do jovem. Valores: - Perseverança; - Comprometimento; - Dignidade; - Solidariedade.

Teatro Xama – São Luis/Brasil

Grupo Xama Teatro desenvolve ações artístico-culturais notabilizando-se pela diversidade de seus projetos que abarcam a montagem e circulação de espetáculos, cursos de formação, apresentação de contadores de histórias e festivais de teatro.

http://xamateatro.blogspot.com.br

Instituto Pólis – São Paulo/Brasil

O Pólis - Instituto de Estudos, Formação e Assessoria em Políticas Sociais é uma ONG de atuação nacional. Fundada em 1987, a cidade e a atuação no campo das políticas públicas e do desenvolvimento local definem a sua identidade.

Nos últimos 30 anos, o Instituto Pólis tem trabalhado para o reconhecimento e a efetivação do Direito à Cidade. Sob a perspectiva desse direito, as cidades são bens comuns, onde todas as pessoas devem ter o direito de participar de seu governo, assim como usar, ocupar e transformar seus espaços sem discriminação.

http://www.polis.org.br

Movimento Xingu Vivo – Altamira/ PA

O Movimento Xingu Vivo Para Sempre, localizado em um território outrora banhado por águas límpidas, deixadas por seus ancestrais e preservadas por povos originários e comunidade tradicionais, hoje transformadas num grande reservatório com cerca de 516km de extensão segundo dados da empresa, observa-se, que há décadas xinguanos e xinguanas pisam em sangue de pessoas inocentes, derramados como água nestas terras, convivendo com corpos mutilados, calados à bala por mãos assassinas.

Educação para o Desenvolvimento Sustentável

UNESCO/Os Objetivos Globais Para um Desenvolvimento Sustentável

A Representação da UNESCO no Brasil, o Ministério da Educação (MEC) e o Ministério do
Meio Ambiente (MMA) convidam para o lançamento de uma série de 8 (oito) vídeos com
o objetivo de divulgar a Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS) para crianças
de 7 a 11 anos e da publicação da UNESCO “Educação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: objetivos de aprendizagem”.

Revolução dos Baldinhos - Florianópolis/ SC

A Revolução dos Baldinhos é a gestão comunitária de resíduos orgânicos sincronizada à prática de Agricultura Urbana, idealizada e implementada pelo Cepagro na comunidade Chico Mendes (Bairro Monte Cristo, Florianópolis).

https://cepagroagroecologia.wordpress.com/agricultura-urbana/revolucao-dos-baldinhos/

Vichama Teatro – Grupo de Teatro -  Lima/Peru

“VICHAMA es una comunidad de creadores que diariamente trabajan y luchan por la democratización del arte y la cultura con el fin de que sea accesible a todos. Para Vichama el teatro es un laboratorio de vida y un espacio que permite meditar y actuar sobre la historia. Nuestro arte implica activamente a la comunidad a fin de hacer reflexionar sobre sus valores, su identidad y los medios para actuar sobre ella”.

http://www.vichama.org

Como participar no Fórum?

  1. Organizar um evento entre 15-18 Novembro no seu centro comunitário, escola, universidade ou espaço de artes cênicas, e enviar imagens de sua atividade em progresso, e/ou vídeos relevantes;

  2. Conectar sua escola à Escola Municipal de Moeda ou à Escola Municipal em Marabá através da troca de imagens/vídeos;

  3. Doação de placas solares (4 placas = USD1200), para nutrir uma Amazônia sustentável.

©2017 Rede ABRA. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now